quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Profissionalismo polaco

Tenho tentado sempre ver o lado positivo das coisas. Este blog por si só, era o mais optimista possivel e sempre fiz sobressair o lado engraçado das coisas. Hoje, escrevo este post para todos aqueles que acham que eu tenho uma vida fantástica aqui. Sim farto'me de viajar. Sim, muitas vezes até é tudo pago. Sim, estou quase a acabar o doutoramento e espero faze-lo ainda antes de atingir os meus 26 anos. Mas nem tudo é assim. Há dias maus e muito maus tal como em todo o lado. A pior coisa com que sempre me deparei por aqui foi a falta de profissionalismo. Pessoas que se acham tudo só por terem nao sei quê no nome. Vénias que se fazem porque o titulo atrás do nome o dita assim e não pela experiencia dos seus cabelos brancos. Enfim, muita coisa errada aos meus olhos. Um probre estrangeiro faz o que pode para sobreviver a essas diferenças e foi com esse espirito de sobrevivencia que eu ultrapassei cada crise. Cada desastre emocional. Cresci muito com isso e o meu mundo apesar de nunca ter sido cor de rosa, tornou-se menos colorido.
Vá não é assim tão mau. estava a brincar (ou não!). A situação que vou contar a seguir é real. E infelizmente comum.
Ontem ao final do dia a boss: "Prepara estas coisas todas importantes para o teu PhD, pois os big bosses vao reunir e querem ter isto. Portanto preciso disso amanhã às 9h da manhã." Ela já sabia disto há que tempos, mas tal como sempre foi umas horas antes que me informou... mas nem vou começar por aqui... Lá passei parte do serão a preparar tudo. Nem me queixo muito, afinal so levou umas 2h.
Hoje de manhã chego mais cedo de modo a poder tirar as cópias dos meus documentos tambem pedidas. Quando tudo fica pronto bato-lhe à porta que se encontra fechada ainda. Volto de 10 em 10 minutos e nada. Cerca das 9.30 pergunto no secretariado se sabem onde ela está ou se avisou que ia chegar atrasada.
"Sim avisou, ela vai chegar lá para as 10.30 porque foi ao cabeleireiro".
"what????" Mau, mas afinal não era de extrema urgencia e nao tinha que estar tudo pronto de manha? E o encontro marcado com a Carla as 9h? Também se foi não é. Mas nem vamos por aqui também...
Finalmente às 11h a princesa chega. Lá lhe entrego os papeis ao que ela diz.
"Ok, agora senta-te aí que eu preciso de preparar um documento para tu assinares"
"Não posso, tenho aula de inglês em 10 minutos"
"Ah sim, então não vais. Isto é mais importante!"
Ah bom... afinal sempre é importante. Mas se é tão urgente porque não chegaste a horas hoje de manha? Ah pois, coisa importante ir ao cabeleireiro, sendo assim então eu cancelo a aula e não vou. Não se pode fazer tudo e é preciso escolher prioridades. Bem, na verdade não disse nada, mas a minha cara deve transcrito a raiva toda que me passou pelo pensamento, pois ela preparou o papel em 2 minutos eu assinei e fui-me embora para a minha aula. Fez ainda questão de fazer notar que era um favor que ela me fazia!
Aceito comentários de todo o tipo.

3 comentários:

Zé da Bola disse...

Tenho lido algumas vezes o teu blog e este post de hoje cai que nem uma luva no que eu acho, de forma geral, do profissionalismo Polaco. Não gosto de generalizar mas a Polónia soa-me a um país desorganizado. Se Portugal o é, e muito, a Polónia bate todos os recordes. Poderia dar muitos exemplos. Ninguém cumpre horários e chegar a horas nem se fala. Um amigo meu esteve em Portugal e encontrou jovens da idade dele por lá. Marcam encontros e os Portugueses chegam horas atrasados. Culparam logo o país inteiro. Depois se estão atrasados andam todos num stress enorme. Enfim... É o que se pode arranjar.

Ricardo Taipa disse...

Parece a "Madame" do meu patrão. Dois pares de jarras...

Quando tenho de ir em viagem de negócios com a "Madame" os caprichos são desse tipo. Uma ocasiao a "Madame" meteu na cornadura (literalmente) que tinha de comprar uma flor em plástico que custava 30€... o que tive de aturar dos dois para que lhes desse razão...

Ele queria que eu lhe explicasse que a "Madame" era burra e ela desejava ter um aliado para a ajudar na compra da flor - que tinha carradas de pó!!! - e que ficaria tão bem naquele cantinho da casa da ... "Madame".

Isto é apenas uma "estória entre muitas mas fica mal desancar assim em alguém, desculpem o desabafo especialmente a Sara.

Sara disse...

Ao Ze da bola respondo o que ja pensei muitas vezes... A polonia quer ser organizada como a alemanha mas com a abertura dos paises latinos... e depois da nisto!

Ricardo, conta mais que e' muito bom saber que ha mais como eu e que nao estou sozinha nesta situacao!

Beijinhos